Papilomatose em cães

A papilomatose canina é uma doença tumoral benigna,  causada por um vírus e comum em cães jovens e imunossuprimidos.

Os papilomas se apresentam como massas únicas ou múltiplas , esbranquiçadas e com aspecto de couve-flor que surgem na superfície da pele e das mucosas. Quando ocorrem na boca, estas massas podem causar desconforto ao mastigar, sangramento e halitose.

É uma enfermidade autolimitante (o que significa que o sistema imune do animal pode resolver sozinho, sem tratamento) mas em alguns casos, quando causa dificuldade para se alimentar ou por questões estéticas, pode ser necessária intervenção cirúrgica para remoção dos tumores.

Não existe um tratamento alopático de eleição para Papilomatose oral, entretanto, algumas terapias que modulam a resposta imune tem sido relatadas com resultados bastante interessantes. Os papilomas podem ser tratados através da homeopatia de forma rápida e eficiente.

Valente, cão, macho 10 meses. Antes e depois do tratamento com medicação homeopática.

Valente, cão, macho 10 meses. Antes e depois do tratamento com medicação homeopática.

Anúncios